PALAVRA DO DIA NO BLOG DO PR. ABILIO

"O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

"O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

PALAVRA DO DIA NO BLOG DO PR. ABILIO





sábado, 29 de setembro de 2012

O TRIPÉ ESPIRITUAL


O TRIPÉ ESPIRITUAL
Pr. Abilio Carlos dos Santos

O crente deve viver a Palavra de Deus em sua vida.
Uma vida sem testemunho não é vida cristã autêntica.
O cristão verdadeiro é sal da terra e luz do mundo – Mt 5.13-14
Não estamos ausentes de sofrimentos, lutas, angústias.
Quanto mais vivermos nossa fé, tanto mais as enchentes,
ventos e chuvas darão contra a casa da nossa vida.

Somos afligidos de todos os lados:
- A chuva vem por cima.
- As enchentes vêm por baixo.
- Os ventos sopram os lados da casa.

Somos afligidos, mas não vencidos... Jesus venceu o mundo! – Jo 16.33

Para que tenhamos nossa vida sustentada sobre a Rocha,
devemos montar o tripé espiritual.
Encontramos nesse tripé espiritual três sapatas:

- Oração
- Vigilância
- Jejum

ORAÇÃO

Para não cair é preciso orar. Devemos orar em todo o tempo.
“Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito” Ef 6.18
Através da oração temos intimidade com Deus.
A vida do cristão que ora é um “Evangelho Vivo” –
Em obras e palavras onde o mundo lê e é evangelizado.

Daniel orava ajoelhado três vezes ao dia – Dn 6.10
O salmista orava de madrugada – Sl 88.13
Jesus orava de madrugada – Mc 1.35

VIGILÂNCIA

O cristão que vigia, não murmura diante dos reveses da vida.
Está fortalecido através da oração e cheio do Espírito Santo - Cl 3.1
Enfrentamos os sofrimentos da vida apresentando-os no Altar do Senhor
e aguardamos a resposta de Deus.
O Senhor Jesus sofreu calado ali na cruz do Calvário.

Jó estava ferido com úlceras malignas e se coçava com um caco de telha
assentado no meio da cinza. Sua esposa usada pelo inimigo disse-lhe:
Ainda mantém sua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre.
Jó ficou firme e não negou a Deus – Jó 2.7-10.

JEJUM

Há momentos em nossa vida que a luta é renhida.
O inimigo nos afronta violentamente.
O Senhor Jesus disse que esta casta de demônios só é expulsa     
com jejum e oração – Mt 17.21
O crente que não jejua o diabo ciranda em sua vida “nadando de braçadas”.

A decisão jejuar para se consagrar à oração de maneira especial é uma atitude
que mostra domínio sobre a vontade da carne.
O jejum nos ajuda a criar uma predisposição (disposição antecipada) para orar.

.
abilicusvidanova@ig.com.br

.
Postar um comentário