PALAVRA DO DIA NO BLOG DO PR. ABILIO

"O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

"O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

PALAVRA DO DIA NO BLOG DO PR. ABILIO





quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O PODER DA ORAÇÃO





.












O PODER DA ORAÇÃO
Pr. Abilio Carlos dos Santos

Amaleque peleja contra os israelitas
“Então veio Amaleque, e pelejou contra Israel em Refidim.
Por isso disse Moisés a Josué: Escolhe-nos homens, e sai, peleja contra Amaleque; amanhã eu estarei sobre o cume do outeiro, e a vara de Deus estará na minha mão.
E fez Josué como Moisés lhe dissera, pelejando contra Amaleque; mas Moisés, Arão, e Hur subiram ao cume do outeiro.
E acontecia que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia; mas quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia.
Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pós.
E assim Josué desfez a Amaleque e a seu povo, ao fio da espada.
Então disse o SENHOR a Moisés: Escreve isto para memória num livro, e relata-o aos ouvidos de Josué; que eu totalmente hei de riscar a memória de Amaleque de debaixo dos céus.
E Moisés edificou um altar, ao qual chamou: O SENHOR É MINHA BANDEIRA.
E disse: Porquanto jurou o SENHOR, haverá guerra do SENHOR contra Amaleque de geração em geração” – Êxodo 17.8-16


Amaleque estava em guerra com Israel.

Moisés disse a Josué:
Escolhe homens e vai combater Amaleque.
Amanhã estarei no alto orando ao Senhor e o bordão de Deus estará na minha mão.

Enquanto Moisés estava com as mãos levantadas em prece, Israel vencia.
Quando cansava e baixava as mãos, Amaleque triunfava.

Moisés já não agüentava mais ficar de pé, então se sentou numa pedra, e enquanto isso Arão e Hur lhe sustentavam as mãos, um de cada lado; assim, suas mãos puderam conservar-se levantadas até o pôr-do-sol.

E Josué derrotou Amaleque e o seu povo a fio de espada.

.

Detalhes:

Quem era Ameleque?
Amaleque era uma tribo de descendentes de Esaú – Gn 36.12
Era inimiga do povo de Deus. Atacou os israelitas pela retaguarda, assaltando os retardatários – Dt 25.17-18
Moisés deu ordem para que Josué pelejasse contra os amalequitas – Êx 17.9

E a vara? O bordão?

Moisés segurava o bordão de Deus em suas mãos. Mas, não foi o bordão que deu a vitória para o povo de Deus. Quem deu e sempre dá a vitória para o povo de Deus é o Senhor, a quem Moisés levantava as mãos. Mesmo segurando o bordão, se Moisés baixasse as mãos o inimigo, os amalequitas, prevalecia.

Esaú era carnal. Os amalequitas eram carnais. Sozinhos os israelitas não conseguiam vencer os amalequitas. Sozinhos também não conseguimos vencer o adversário, as obras carnais. As mãos de Moisés levantadas para o céu é uma figura de comunhão com Deus. Todo o povo de Deus orando – mãos levantadas para o céu – andemos no Espírito e vençamos todas as obras carnais e conseqüentemente o inimigo cairá por terra em nome do Senhor Jesus.

Nenhuma vara, objeto ou símbolo – que são apenas amuletos – podem substituir a graça e o poder de Deus.

Um abraço do Pr. Abilio... Shalon!

.

Estou a seu dispor:
abilicusvidanova@ig.com.br

.


Postar um comentário