sábado, 28 de janeiro de 2012

NAUFRÁGIO NA ILHA DE MALTA















NAUFRÁGIO NA ILHA DE MALTA
Pr. Abilio Carlos dos Santos

Na escuridão da noite, um navio com 276 pessoas a bordo aproxima-se de uma ilha no Mediterrâneo. A tripulação e os passageiros estão exaustos de serem jogados de um lado para o outro pelas águas agitadas por uma tempestade que já dura 14 dias. Ao amanhecer, avistam uma baía e tentam levar o navio para a praia, mas a proa fica encalhada, totalmente imóvel, e as ondas despedaçam a popa. Todos abandonam o navio e conseguem chegar ao litoral de Malta, nadando ou boiando agarrados a pranchas de madeira ou a outros objetos. Exaustos e com frio, eles se arrastam para fora das ondas agitadas. Entre os passageiros encontra-se o apóstolo cristão Paulo, que está sendo levado para Roma, a fim de ser julgado. — Atos 27.27-44.

Esse naufrágio na ilha de Malta não foi a primeira vez que Paulo correu risco de vida no mar. Poucos anos antes, ele escreveu: “Três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no profundo.” Disse também que havia corrido “perigos no mar” – II Co 11.25-27

As viagens marítimas o ajudaram a cumprir a função que Deus lhe deu como “apóstolo para as nações”.

Lembre –se sempre que “As Tempestades podem vir, mas Deus está no controle”.

Um abraço do Pr. Abilio... Shalon!



.
Postar um comentário

CONVERSANDO COM DEUS - Jr 33:3